495450580893305 Treinos no frio: como deixar a preguiça de lado e manter a rotina de treinos

Treinos no frio: como deixar a preguiça de lado e manter a rotina de treinos



O inverno ainda não chegou, mas já foi possível perceber a queda na temperatura nos últimos dias, deixando qualquer pessoa com preguiça. E quando o assunto é praticar atividade física nos dias frios, muita gente arruma uma desculpa e acaba deixando a academia como última opção. Mas será que é possível manter o ânimo e o comprometimento e não deixar de treinar nos dias mais frios?

De acordo com o professor de Educação Física e proprietário da Academia Life, Carlos Evandro Collere, a dica mais importante para não deixar a preguiça falar mais alto é fazer da atividade física uma rotina do seu dia a dia. “Por mais que esteja frio e bata uma preguicinha, será muito mais difícil ela deixar de fazer a atividade física, por já estar engajada na sua rotina planejada”, explica.

Segundo o professor, traçar um objetivo ou até mesmo praticar alguma atividade que a pessoa mais se identifica é a melhor opção para deixar a preguiça de lado no inverno. “Estaremos unindo o útil ao agradável. Além de todos os benefícios que a atividade física proporciona, a pessoa vai fazer da atividade física uma coisa prazerosa”, ressalta.


Apesar de ser difícil para muitas pessoas praticarem atividade física no inverno, há quem prefira os dias mais frios para a prática de exercícios, como é o caso da Franciely Kayser, de 22 anos, e do Juliano Toldo, de 26 anos. Para Franciely, treinar em dias quentes atrapalha no seu rendimento. “O calor me faz mal, no inverno fico mais disposta. Procuro ir todos os dias para academia, treino de cinco a seis vezes por semana, e quando não estou cansada vou no sábado também. Comecei a treinar há um ano e já tive muitos resultados, isso me motiva. Ainda estou no início, mas já sou apaixonada pela musculação e levo muito a sério”, afirma.


Já Juliano segue a frase de que 'aquele corpo que você tanto almeja ter no verão deve ser construído no inverno'. Ele pratica musculação de cinco a seis vezes por semana e conta que para ele o clima não interfere muito. “A motivação é o ponto chave e é algo que precisa ser renovado constantemente. A musculação pra mim é um prazer, faço para me fazer feliz porque eu gosto. Então pra mim não importa se está frio ou não. Além disso, um dos benefícios de treinar no inverno é que as academias estão mais vazias, então dá para ter um melhor aproveitamento do espaço”, declara. Em relação as roupas nos dias frios, Juliano conta que procura sempre estar bem agasalhado do trajeto até a academia e na volta. “Procuro me agasalhar porque pode ser prejudicial para a imunidade. Mas independente de estar frio ou não, o importante é sempre usar uma roupa confortável e que não atrapalhe na hora de treinar”, ressalta.

De acordo com o professor Evandro, alguns cuidados devem ser tomados ao treinar em dias frios. “Cuidado com aquecimento e alongamento; usar roupas adequadas; dosar o treino, tanto em volume quanto em velocidade; usar protetor solar sempre; após o treino tirar a roupa suada por uma seca; e não se expor ao frio após o treino”, recomenda. Além disso, vale lembrar também que hidratar-se mesmo no frio é muito importante. Quem tem o hábito de esperar a sede chegar para tomar água, precisa rever esse conceito. Porque quando o corpo pede água quer dizer que o organismo já está precisando ser hidratado. “O inverno faz cair não só a temperatura, como o consumo de água. A sensação de sede diminui, mas a importância do líquido para o organismo não. O consumo de cerca de dois litros nesses dias mais frios é importante para evitar problemas renais, doenças de pele e desidratação”, alerta o professor. Além disso, a desidratação faz o rendimento cair durante os exercícios, prejudicando o resultado.


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6