495450580893305
top of page
  • Foto do escritorLinkada News

Trote mobiliza bombeiros para falso incêndio em Campina Grande do Sul



Uma ligação feita para o número de emergências do Corpo de Bombeiros, na noite dessa quarta-feira (18), mobilizou equipes para uma situação que não aconteceu em Campina Grande do Sul. Via 193, uma pessoa informou que havia um incêndio residencial na região do Jardim Ipanema.

Rapidamente, dois caminhões da corporação, um deles vindo de Colombo, se deslocaram para a situação que tinha como endereço a Avenida Anibale Ferrarini, em frente à uma panificadora. Ao chegarem no local, não tinha nenhum indício da ocorrência, o que caracterizou como sendo trote.

“As pessoas não têm noção desses trotes. Elas ligam, saímos com o caminhão e ficamos procurando uma ocorrência que não existe. Nesse meio tempo, se alguém precisar de socorro acabamos não conseguindo prestar o apoio necessário”, lamenta o agente Dalprá, do Bombeiro Comunitário de Campina Grande do Sul, que garante que não é a primeira vez que a unidade recebe ligações de falsas ocorrências.

Trote é crime

Passar trote é considerado crime, conforme o artigo 340, do Código Penal. “Provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado”, resulta em pena de detenção, de um a seis meses, ou multa, diz o artigo.

(Foto: Colaboração)


Commentaires


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page