495450580893305 Vento destrói salão de igreja em Colombo

Vento destrói salão de igreja em Colombo



Moradores da localidade de Capivari, em Colombo, na divisa com Bocaiúva do Sul, região metropolitana de Curitiba, levaram um susto na noite desta quarta-feira (17) com a força do vento na região. De acordo com os moradores, uma corrente de vento atingiu, de forma localizada, o salão comunitário da localidade, destelhando o galpão e provocando muita destruição.

“Foi muito repentino. De repente, o vento veio, numa espécie de redemoinho, e atingiu o salão. Quebrou tudo. Pelo menos 70% do telhado foi arrancado. Do lado de dentro também não sobrou quase nada. O interessante é que foi muito localizado. Só o salão foi destruído. Na vizinhança não aconteceu nada”, contou o líder comunitário Carlos Dalazuana.

A Capela São Pedro, que fica ao lado, também nada sofreu. É nesta localidade que acontece todo ano a Caravana de Nossa Senhor de Caravaggio, marcada para abril. Chovia forte na hora do vendaval e algumas árvores foram arrancadas, mas tudo na área do salão comunitário. Ao redor, nada aconteceu.

VÍDEO: Banda B


Explicação

O meteorologista do Simepar, Reinaldo Kneibe, explica que tempestades como essa que atingiu a localidade de Capivari são comuns nesta época do ano, mas a formação de correntes localizadas com alto poder de destruição é um fenômeno mais raro. “Existem nuvens com uma extensão vertical de até 10 km, com uma base de cerca de dois km. O vento circula dentro dessa nuvem de forma muito intensa, com até 100 km/h, e, às vezes, esse vento sai de forma localizada e faz um estrago muito grande. Nesses casos, é comum o vento estragar tudo num trecho e, ao lado, tudo ficar intacto”, explicou. Não há um cálculo preciso da velocidade do vento que atingiu a localidade de Capivari na noite de ontem.

Segundo Kneibe, as tempestades devem se repetir nos próximos dias, com altas temperaturas previstas para o fim de semana em todo o estado.


1/1

1/1

1/3

1/1

1/6