495450580893305 Vereador denuncia 'lixão' a céu aberto em Quatro Barras

Vereador denuncia 'lixão' a céu aberto em Quatro Barras



O vereador Paulo César de Lima Júnior (Juninho do Posto), do PSL, divulgou imagens de um “lixão” a céu aberto, na Rua Nilo Fávaro, em Quatro Barras. A denúncia foi publicada na última terça-feira (22), no perfil oficial do legislador.


Além das imagens que mostram o local cheio de entulhos, Juninho do Posto gravou um vídeo, no qual afirma que resolver ir verificar a situação após receber várias denúncias da população e moradores da região em relação à situação. O vereador também faz um pedido aos órgãos responsáveis e à comunidade. “Eu venho pedir à população que pare de jogar lixo e ao Prefeito, que é o gestor do nosso município, para que pare de jogar entulho do caminhão da prefeitura, pois isso aqui não pode acontecer, tem que parar”, afirma ele.


No vídeo, Juninho ainda ressalta que o espaço apresenta muita água parada e foco de dengue e que isso pode ser prejudicial, já que está bem próximo a uma Escola Municipal Especial e a uma Unidade Básica de Saúde. Ele disse também que fará um requerimento para que o executivo se manifeste sobre a situação envolvendo o espaço em questão. “Eu peço a você que está me ouvindo e vendo a esse vídeo, para divulgá-lo e que chegue até as pessoas responsáveis e assim isso acabe”, finalizou o vereador.


A reportagem do Linkada News entrevistou o coordenador de governo de Quatro Barras, Leverci Silveira Filho, e ele explicou que a o espaço em questão não se trata de um “lixão” a céu aberto, mas sim de um depósito temporário utilizado pela Prefeitura para despejar, principalmente, restos de materiais de construção. “Trata-se de uma discussão técnica, porque o que caracteriza um lixão são resíduos domiciliares, que podem causar contaminação ao meio ambiente ou doenças, o que não é o caso daquele local, que futuramente vai se transformar em um aterro”, afirmou.


ORIENTAÇÕES – Como citado durante a reportagem, o suposto “lixão” conta também com materiais que são descartados pelos próprios moradores da comunidade. Pensando nisso, o Linkada News foi buscar por algumas dicas que podem ajudar a controlar esse tipo de despejo e evitar possíveis doenças ou riscos ao meio ambiente. As orientações foram obtidas em uma cartilha elaborada pelo Ministério do Meio Ambiente.


Algumas formas de se tratar o lixo eu foram citadas na cartilha seriam reutilizá-lo, reduzi-lo ou mesmo reciclar esses materiais. A redução significa consumir menos produtos e preferir aqueles que ofereçam menor potencial de geração de resíduos e tenham maior durabilidade; já a reutilização é usar novamente produtos, por exemplo, potes de sorvete que servem para guardar outros alimentos após serem higienizados. E por fim, a reciclagem, que consiste na transformação de materiais já utilizados em outros produtos. Lembrando que a separação do lixo é sempre muito importante em todos os casos.


(Foto: Reprodução/Facebook Juninho do Posto)

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6