495450580893305
top of page
  • Foto do escritorLinkada News

Vereador Leno rebate críticas sobre licitação de R$ 2 milhões para combustível do executivo quatroba


Um dos assuntos mais comentados nas redes sociais e que gerou indignação de muitos quatrobarrenses foi, sem dúvida, o valor de mais de R$ 2 milhões em gasto com combustível licitado recentemente pela Prefeitura Municipal. Buscando justificar o gasto previsto na licitação e rebater questionamentos feitos por internautas por meio da postagem num grupo no facebook, o vereador Leno usou a tribuna livre da Câmara Municipal para falar sobre o assunto.


Segundo o parlamentar, “não tem nada de anormal, é uma licitação correta”, conforme fala registrada durante a sessão pela reportagem do Linkada News. O vereador justificou também a respeito de apenas um posto do município participar e ganhar novamente a licitação, uma vez que o pregão previa a participação de outros concorrentes. “Apenas o posto Rota 4 que se apresentou na licitação e foi o posto que ganhou, assim como nos anos anteriores. Não tem nada de anormal nisso”, completou.

Dando continuidade as justificativas, Leno disse o valor atual é um “pouquinho” maior ao que foi gasto ano passado, R$ 1,154,808, e que foi necessário reajustá-lo por conta da aquisição de novos veículos oficiais, o que segundo ele, vai gerar um aumento no gasto com combustível na cidade.

De acordo com o vereador, o município tem previsão de adquirir cinco novos veículos para a Saúde, uma máquina escavadeira, uma máquina motoniveladora, quatro motos para a Guarda Municipal, veículo adaptado para a Saúde, um caminhão, um caminhão de lixo, uma retroescadeveira e um trator agrícola. “Todos esses equipamentos chegando no município, o custo vai ser maior. Não adianta fazer uma licitação com o valor anterior e daqui a pouco o município precisa de um gasto maior de combustível e ter que esperar quarenta dias para fazer uma nova licitação”.

Leno lembrou que só com o transporte escolar o município gastou mais de R$ 300 mil no passado, e o que valor previsto atualmente não significa que o município deverá utilizá-lo totalmente. “O que interessa é que o município tenha esse valor registrado, e que ele precisar ele vai utilizar”, completou.

Veja abaixo o player da fala do vereador:



Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page