Vereadores aprovam e prefeitura de Colombo aumenta IPTU; somados são 51,56% em três anos



Foi aprovado na última sessão da Câmara Municipal de Colombo o aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para 2019. A votação aconteceu na tarde de ontem, quarta-feira (19), na qual quatro vereadores foram contra e doze a favor da proposta feita pela Prefeitura. O reajuste chegará ao bolso do contribuinte colombense no valor de 14,56%. Nos últimos três anos o acréscimo foi de 51,56%, sendo que em 2016 o reajuste foi de 12% e em 2017 de 25%.


A reportagem do Linkada News entrevistou o vereador Anderson Prego (PT) – que foi um dos parlamentares a ir contra o projeto – e ele explicou que a aprovação da medida mostra-se como uma questão meramente política, já que a prefeita Beti Pavin tem muitos vereadores na base da Câmara que são a favor de sua gestão, então a aprovação vem como resultado disso.


Além disso, ele afirmou que nos últimos tempos os governos tem buscado solucionar o problema de arrecadação aumentando taxas como o IPTU e em Colombo a medida não foi diferente. “Acredito que a prefeitura deve fazer outras ações pra melhorar a arrecadação, que não seja pesar no povo com aumentos anuais de impostos, pois nossa população não aguenta mais pagar tanto. Por isso sou contrário ao aumento”, disse ele.


Para ir contra o projeto, Prego levou em consideração que cerca de 60% dos colombenses não conseguiriam pagar o imposto à vista, que garante um desconto de 10% da taxa. Ele explicou que esse desconto vale apenas para aqueles que têm dinheiro e que, nesse caso, terão um aumento de apenas 4,56%, já para as demais pessoas que parcelarem o peso será muito maior, sendo 14,56%.


Ele também avaliou que o município tem um grande potencial de turismo que não é explorado, o qual poderia trazer uma boa economia para a cidade, como a questão da cultura orgânica que, segundo o vereador, geraria recurso para o município, assim como a valorização dos trabalhadores autônomos/artesãos e outras medidas que poderiam evitar a alta dos impostos.

O Linkada News entrou em contato com a Prefeitura de Colombo para saber o motivo do reajuste do IPTU, mas até o fechamento desta reportagem o executivo não se pronunciou.


(Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Colombo)

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6