495450580893305

Vereadores e estudantes de Colombo entram em consenso sobre ações contra a PEC 241


Após reunião com o presidente da Câmara Municipal de Colombo, Professor Waldirlei Bueno, os 16 estudantes que ainda ocupavam o Plenário Presidente Tancredo de Almeida Neves concordaram em encerrar o protesto no Legislativo colombense no início da tarde desta quarta-feira (9/11).

"O fim da ocupação foi definido em consenso entre a Câmara e os estudantes, visto que se tratou de um protesto pacífico e ordeiro e os estudantes avaliaram que seu objetivo, o de dar visibilidade às causas das manifestações, foram alcançados", afirmou Bueno.


A decisão foi tomada antes mesmo de a Justiça dar o parecer sobre o pedido de reintegração de posse, feito pela Câmara ainda na noite da terça-feira. Os estudantes afirmaram que a ocupação teve a intenção de reforçar o movimento de protestos contra a PEC 241.

A partir dessa demanda, a Câmara Municipal de Colombo solicitou ao grupo de ocupantes que organize um documento com suas reivindicações e insatisfações sobre o projeto de emenda constitucional, em análise no Senado, e que este seja entregue aos vereadores e que estes encaminhem o material aos senadores paranaenses.

Cerca de 20 estudantes haviam ocupado o plenário no fim da tarde da terça-feira (8/11), após a sessão ordinária. Adotando uma postura de respeito ao direito de protesto, a Câmara entrou em acordo com os jovens sobre a forma da ocupação, informando ao Conselho Tutelar sobre o movimento, restringindo a área de ocupação ao plenário e propondo essa nova reunião de negociação, que definiu o fim do protesto.

Ainda durante a sessão ordinária e antes da ocupação, o presidente do Legislativo, havia solicitado uma reunião com o presidente da Comissão de Educação, Saúde e Bem-Estar Social, o vereador Gilgera (PSDB), em que os parlamentares pretendem contar com a participação dos estudantes e a presidência da Associação de Professores (APMC) do município.

(Foto: Câmara Colombo)


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2