495450580893305
 
  • linkadaonline9

A força dos times do "interior" no Campinão 2019

Desde o mês de agosto, em Campina Grande do Sul, várias equipes de futebol adulto se enfrentam na 9ª edição do Campeonato Campinense. Antes chamado de Copa Campina, a competição deste ano mudou de nome por conta da implantação das divisões A e B, seguindo o sistema “todos contra todos”.


O campeonato caminha para seus jogos finais nas próximas semanas e reuniu nesta temporada doze times dos quatro cantos do município, com destaque para os clubes oriundos das regiões consideradas como interior. Tanto os times já conhecidos, quanto os recém-criados, foram desafiados e se destacaram nesta competição que é considerada a maior e mais importante da cidade.



Para lembrar a atuação dessas equipes no Campinense 2019, o Linkada News, através do seu espaço exclusivo dedicado ao esporte regional, o Linkada Na Rede, fez um breve levantamento histórico de quatro clubes vindos das regiões do Terra Boa, Jaguatirica e Bela Vista, demonstrando força e dedicação, não só nesta como também em outras competições dentro e fora do município.


Peñarol: inspiração que vem do Uruguai

Com sete anos de existência, Peñarol é um dos times que representam o interior na Copa Campina, sendo sempre cotado a conquistar títulos.


Tendo grande parte de seus jogadores oriundos da região do Jaguatirica / Bela Vista, o time foi fundado em 13 de janeiro de 2013. A principal inspiração para o nome veio do clube uruguaio Atlético Peñarol, fundado em 1981. Mais do que uma referência, o clube campinense é acompanhado pelos atletas do outro país que volta e meia mandam mensagens de apoio à equipe através do WhatsApp e demais redes sociais.



O Peñarol formou-se durante amistosos e da participação em importantes competições, a exemplo do Torneio Terra Boa, tradicional disputa que reúne não só times de Campina, como também de Quatro Barras. Tal campeonato rendeu ao time o título de campeão logo no seu primeiro ano de fundação e de vice-campeão na série B, em 2014.


No início, a condição financeira do time foi o principal obstáculo, comparando a estrutura e patrocínio recebidos pelos demais clubes já existentes na época. Aos poucos, o time foi se superando e chegou até mesmo a desbancar os clubes tradicionais e mais bem colocados nas competições pelo município.


Fora dos gramados campinenses, o Peñarol já disputou a Taça dos Peladeiros realizada em Curitiba, na qual conquistou o segundo lugar entre outras onze equipes. Mesmo perdendo na decisão por pênaltis, que resultou em 4 X 2, o time deixou o campeonato com um saldo positivo em vários aspectos, ganhando destaque nas categorias: melhor craque do campeonato, goleiro destaque, artilheiro e melhor defesa, além de se manter invicto até a decisão.


Real: o novato que chegou pra ficar

O Real iniciou as atividades neste ano com os jogadores Felipe (Camisa 7) e João Junior (Camisa 9), ambos integrantes de um time de futebol de salão, que contaram com o apoio dos jogadores Adrian e Milton (Goleiro). O Real foi estreante da Copa Campina série B e chegou longe na disputa contra o fortíssimo líder nas semifinais, perdendo o jogo por 3 a 2, mostrando capacidade e um futuro brilhante, uma vez que o grupo garante que “chegou pra ficar!”.