495450580893305

Autoridades querem maior fiscalização em barragem localizada em Quatro Barras



Após o desastre na cidade de Maria-MG, veio a tona os questionamentos com relação a fiscalização das 6 mil barragens existentes em todo Brasil.

O Paraná tem apenas duas barragens de contenção de rejeitos de mineração em funcionamento, ambas de baixo risco, de acordo com os registros do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Uma delas está localizada em Quatro Barras, onde a empresa Michelangelo faz extração de mármore. Segundo Carlos Brunin, gerente do local, trata-se de uma lagoa de decantação. “Fazemos relatórios, encaminhamos ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP) a respeito da qualidade da água”.

Mesmo assim, as autoridades do Paraná querem aprimorar a fiscalização das barragens, segundo o tenente Marcos Vidal da Silva Junior, da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil. Em reunião realizada na semana passada, representantes da Defesa Civil, Mineropar, Instituto das Águas do Paraná, Copel, Sanepar e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) conversaram sobre os procedimentos de segurança existentes.


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2