495450580893305

Conseg Quatro Barras empossa membros de sua segunda gestão

O Conselho Comunitário de Segurança de Quatro Barras (Conseg) empossou os membros da sua segunda gestão 2019-2021, numa solenidade que lotou o auditório da Secretaria de Educação, na noite dessa segunda-feira (23). O evento foi prestigiado pela comunidade local, incluindo munícipes da área rural, bem como representantes do Conseg Pinhais e autoridades da Segurança Pública, Executivo e Legislativo Municipal.


Alunos de jiu-jitsu do projeto Carvalho também acompanharam a cerimônia e fizeram uma breve apresentação da modalidade ao público. Carvalho é um dos projetos sem fins lucrativos apoiados pelo Conseg Quatro Barras e que atende cerca de 50 crianças no bairro Colônia Maria José.


Fotos: Adilson Santos / Linkada News

Antes de serem empossados, cada membro foi chamado à frente da plateia para prestarem juramento solene e receberem a Carta Constitutiva. Foram apresentados ao público os membros na seguinte ordem: Naziel de Oliveira (presidente); Ana Cristina de Siqueira (vice-presidente); Elcio Landarin Zatoni (primeiro secretário); Thiago Mikolaj Machado (segundo secretário); Gil Cláudio Gonçalves (primeiro tesoureiro); Zenaide Delgado Gussao (segundo tesoureiro); Fernanda de Assis, Humberto Doreto Bacchi e Ester Demejon de Carvalho (Conselho Fiscal). 


Balanço

O presidente reeleito, Naziel de Oliveira, que está na militância do Conseg Quatro Barras desde sua criação, apresentou um balanço dos trabalhos realizados na gestão 2017-2019.  De acordo com Oliveira, desde que foi criado, há dois anos, o conselho vem buscando a participação da comunidade nas questões que envolvem a segurança pública local. E mais do que isso: o apoio do poder público e das forças de segurança que tem sido fundamental para a concretização de muitos projetos.


Todo esse trabalho, feito de forma voluntária pelos seus integrantes, resultou entre outras ações, na aprovação de duas leis municipais importantes pontuadas durante a apresentação: a primeira que foi a criação da Patrulha Rural, pioneira no país e de iniciativa popular voltada às localidades mais afastadas. E a segunda que elevou a característica do Conseg como Utilidade Pública, possibilitando assim parcerias do conselho com os setores público e privado.     


Outros projetos intermediados pelo Conseg nesse período, ainda, foram a sinalização da BR-506 que dá acesso a município; o curso de qualificação da Guarda Municipal realizado pela Polícia Rodoviária Federal; além de reuniões itinerantes em diferentes localidades para tratar de segurança, educação, cidadania e também do combate ao feminicídio.


Dificuldades e projetos futuros

Em entrevista ao Linkada News, o presidente relembrou das dificuldades iniciais enfrentadas em sua primeira gestão. “Foi um início complicado. Tivemos que fazer uma interlocução com a comunidade e tentar encontrar pessoas com pré-disposição pra servir. Num primeiro momento, a identificação dessas pessoas não foi um exercício fácil. Mas conseguimos juntar um grupo dedicado à causa e realizar um trabalho bastante robusto”.

Sobre projetos futuros, um deles já adiantados por Oliveira durante a cerimônia será a criação da Guarda Mirim Municipal. “Esse trabalho tem um diferencial, pois vamos atingir os jovens e adolescentes como sempre tínhamos planejado na primeira gestão”, destacou. Num gesto simbólico de apoio ao projeto proposto, um protocolo foi assinado pelo prefeito Angelo Andreatta, pelo secretário de Ordem Pública Marcos Pereira e pelo deputado estadual delegado Recalcatti.


Outra novidade apresentada pelo Conseg é que breve ele terá sede própria, com atendimento em frente à agência dos Correios, no antigo endereço do Detran, no centro de Quatro Barras.


Autoridades presentes

Participaram da cerimônia o Coronel PM RR Chehad Elias Geha, coordenador Estadual dos Consegs; deputado estadual-delegado Recalcatti; tenente Mariano, comandante da 4ª Cia da PM; Luis Carlos de Oliveira, delegado de Quatro Barras; prefeito Angelo Andreatta; Lúcio Flavio Martins de Araújo, chefe substituto da 1ª Delegacia da PRF; Marcos Pereira, secretário de Ordem Pública; Vito Milano, diretor do Instituto Socioambiental Chico Mendes e pastor Gilson Schinemann.




1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2