495450580893305

Falta de pavimentação causa transtornos a moradores do bairro Olhos D’Àgua



A falta de pavimentação no bairro Olhos D’Água, mais especificamente na rua Ricieri Nivanor Bernardi, no município de Campina Grande do Sul, tem sido motivo de reclamações dos moradores da região. O principal problema relatado por eles é pela presença da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) no local, o que tem gerado muitos transtornos aos alunos e professores da associação.

Em 2013 o atual prefeito do município, Luiz Assunção, solicitou ao governador Beto Richa a liberação de três milhões e meio para pavimentação asfáltica, além da pavimentação em paralelepípedo que na época, segundo o site oficial da prefeitura de Campina Grande do Sul, eram destinados às comunidades da Canelinha e Olhos D’àgua. No entanto, os moradores de Olhos D'Àgua relatam que este dinheiro não foi usado na região.

Para o morador do bairro e artista plástico, Carlos Meissner, pelo fato da APAE estar localizada na região, ele afirma que as ruas deveriam ter uma melhor estrutura para atender os alunos. “Muitas vezes é necessário dois professores para empurrar uma cadeira de rodas. A dificuldade em dias de chuva é ainda pior. As crianças precisam caminhar. Se a rua tivesse condições eles teriam lugar tranquilo para fazer isso com segurança, mas o tem acontecido é que os alunos acabam tendo que disputar lugar com os carros e ônibus. É uma falta de consideração com o morador, e principalmente com a APAE”, relata.

O artista plástico que já mora no bairro há 20 anos declara que não consegue obter uma resposta clara da prefeitura de Campina Grande do Sul em relação ao problema. “Quando vamos buscar resposta, que é nosso direito, não conseguimos algo decente e muito menos concreto. Uma hora eles argumentam que há falta de verba ou que não há morador suficiente. Queremos uma resposta clara e que a prefeitura faça algo por nossa região”, desabafa.

Já para a massoterapeuta Silvia Cervenini, que mora em Olhos D’Água há três anos, a falta de pavimentação asfáltica está causando outros problemas em sua residência. “A prefeitura começou a desviar calha da água da chuva para dentro das propriedades, o que está causando assoreamento no lago da minha casa. Já fui duas vezes na prefeitura para reclamar sobre o problema, mas eles dizem que não tem verba para resolver. Tem manilha jogada que sobrou de quando eles iniciaram as obras, e também pó de pedra. Há muitas obras por todos os lugares, mas até hoje não fizeram nada, e por isso a gente cobra uma solução”, declara.

Em consulta a Câmara Municipal de Campina Grande do Sul foi verificado que a mesma já solicitou serviço de correio, pavimentação, iluminação pública, manutenção nas estradas, limpeza de manilha para a região de Olhos D’Àgua.

O Linkada News entrou em contato com a prefeitura de Campina, que em nota oficial afirmou que o projeto de pavimentação da Rua Ricieri Nivanor Bernardi está pronto e protocolado junto ao Governo do Estado. O órgão aguarda o empenho dos recursos para dar início às obras.

Resposta

Em nota, a Prefeitura Municipal de Campina Grande do Sul informou que o projeto de pavimentação da Rua Ricieri Nivanor Bernardi está pronto e protocolado junto ao Governo do Estado. A Prefeitura aguarda o empenho dos recursos, por meio do Programa de Apoio do Desenvolvimento dos Municípios (PAM), para dar início às obras.


1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2