495450580893305 "Morto-vivo" mobiliza polícia em Campina e chega dar abraço em repórter de TV

"Morto-vivo" mobiliza polícia em Campina e chega dar abraço em repórter de TV



Uma denúncia anônima mobilizou a Polícia Militar na noite desta quinta-feira (31) em Campina Grande do Sul. Segundo a informação repassada à corporação, um homem estaria morto em um matagal às margens da rua Rua Dinarte Nunes França, no bairro João Paulo II.

Ao chegarem no local, policiais do 22º BPM fizeram uma varredura pela região, e após cerca de 10 minutos de procura, constataram que o suposto corpo era na verdade um homem com sinais de embriagues que tirava uma soneca.

A equipe do Programa 190, noticiário que cobre fatos policiais em Curitiba e região, se deslocou ao endereço citado na esperança de cobrir mais um assassinato, porém, o que o repórter Iverson Vaz acabou encontrando foi uma pessoa mais viva do que nunca.

Para não perder a pauta e o tempo gasto no deslocamento até o município que fica a 35 km de Curitiba, a equipe tentou conversar com o homem para saber o que havia acontecido.

Em entrevista, o cidadão afirmou ser uma pessoa trabalhadora e confessou ter exagerado na bebida alcoólica. Durante a conversa, o homem disse ser fã do programa e finalizou a reportagem dando um abraço carinhoso no repórter Iverson Vaz.

Veja a reportagem abaixo:


(Foto e imagens: Junior Guimarães)


1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/7

1/5

1/6