495450580893305
top of page
  • Foto do escritorPortal Linkada News

Número de homicídios em Curitiba é o menor em 11 anos



O número de homicídios em Curitiba diminuiu segundo um levantamento apresentado pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança Pública, nesta terça-feira (11). A queda foi de 15% entre janeiro e setembro, na comparação com o mesmo período de 2017. Os 238 casos registrados neste ano na capital representam a menor taxa deste tipo de crime em 11 anos.


A governadora do Paraná, Cida Borghetti avaliou os dados. “A integração, o empenho e dedicação de todo o nosso efetivo de segurança pública, e a modernização dos equipamentos de polícia tem contribuído para a queda da criminalidade”, disse.


O secretário da Segurança Pública, Júlio Reis, sustentou que há um conjunto de fatores que faz com que o número de homicídios na capital tenha esta importante redução. Ele cita, entre outros fatores, que o policiamento ostensivo está mais eficiente. “A sinergia entre as polícias Militar, Civil e Científica tem dado excelente resultado no Paraná”, afirma Reis.


Segundo o secretário, a Polícia Militar está atuando com muito mais ênfase e há um aperfeiçoamento no trabalho de investigação da Polícia Civil, com capacitações na Escola de Polícia para quem atua em casos de homicídios. Além disso, a Polícia Científica foi reforçada com as novas estruturas do Instituto Médico Legal de Curitiba.


MELHORIAS - Para o delegado Luiz Alberto Cartaxo, responsável pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a redução no índice de homicídios coincide com melhorias que vêm sendo implantadas na delegacia especializada, tanto no registro de ocorrências, quanto na investigação.


“Com a criação da Divisão de Homicídios veio uma filosofia de trabalho no sentido de tornar a investigação muito mais técnica e, sob o aspecto científico, desenvolver com muito mais qualidade os inquéritos policiais que envolvem a prática deste tipo de crime em Curitiba. Esta é a forma correta com que estamos agindo dentro da DHPP e que tem resultado neste tipo de situação de redução do número de ocorrências”, afirma Cartaxo.


OSTENSIVO - A comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Audilene Rocha, ressaltou a importância do trabalho ostensivo para a redução dos índices de criminalidade. "A redução dos homicídios se deve ao trabalho árduo de nossos militares que dia e noite patrulham as ruas, prevenindo crimes e realizando prisões e apreensões”, disse ela. “O mais importante é a segurança dos cidadãos, pois é para eles que trabalhamos cada minuto", frisou ela.


(Foto: Divulgação/Agência de Notícias do Estado)

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page