495450580893305 Prefeitura de Quatro Barras nega irregularidades apontadas em relatório; CMSQB abrirá sindicância

Prefeitura de Quatro Barras nega irregularidades apontadas em relatório; CMSQB abrirá sindicância



A Prefeitura de Quatro Barras enviou na tarde de ontem, terça-feira (22), uma nota oficial à nossa reportagem a respeito das supostas irregularidades em licitações apresentadas por um relatório elaborado pelo Conselho Municipal de Saúde.


Na nota, enviada somente após a veiculação da reportagem do Linkada News, a Prefeitura informa que ainda não recebeu o documento onde constam as apurações feitas pela comissão responsável pelo relatório do Conselho Municipal de Saúde e que, por isso, não há comprovação dos desvios de conduta dos servidores e empresas contratadas pelo órgão.


O executivo ainda ressaltou que fornece todos os documentos solicitados por membros de fiscalização e preza pela transparência e legalidade dos atos administrativos e que as medidas cabíveis serão tomadas após a conclusão da averiguação dos fatos.


PRÓXIMOS ACONTECIMENTOS - Uma reunião do CMSQB está marcada para às 13h30 desta quinta-feira (24) na unidade de saúde do Jardim Menino Deus e, segundo fontes do Linkada News, uma das pautas é a abertura de uma sindicância para apurar entre outros assuntos, o vazamento do relatório que podem resultar em sansões ao relator.


O OUTRO LADO DA HISTÓRIA – No início desta semana, o Portal Linkada News publicou uma reportagem sobre os supostos desvios na área da saúde de Quatro Barras, que alcançam a casa dos R$230 mil, nos anos de 2017 e 2018. Esses dados foram obtidos por meio do relatório concedido à reportagem pelo Conselho Municipal de Saúde.


Lembrando que uma investigação na mesma linha sobre estas aparentes irregularidades também circula no legislativo municipal desde novembro do ano passado. A previsão é que a conclusão deste processo aconteça em fevereiro.


(Imagem: Divulgação/Facebook Prefeitura de Quatro Barras)

1/1

1/1

1/3

1/1

1/6