495450580893305

Campina promove atos contra o feminicídio

Da Redação com assessoria

Foto: Divulgação

Assim como muitas cidades do Paraná, Campina Grande do Sul também contou com atos em apoio ao Dia Estadual de Combate ao Feminicídio. O evento aconteceu ontem, segunda-feira (22) e foi promovido pela Prefeitura de Campina Grande do Sul, através da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.


As ações iniciaram pela manhã em frente ao Terminal do Jardim Paulista com divulgação dos serviços de atendimento pelo município às mulheres em situação de violência e com o ato “Nenhuma a menos – o retrato do feminicídio no Paraná”, no qual foram expostas à população 82 cruzes com velas e fitas pretas representando as 82 vítimas de feminicídio no Paraná, que foram registrados no período de maio de 2018 a maio de 2019. A mobilização continuou pela tarde no Jardim Paulista e contou também com panfletagem na Sede.


APOIO - O município possui uma secretaria voltada especialmente para garantir os direitos das mulheres. Entre outras conquistas, está o Cartório da Mulher localizado na delegacia da região, que atende exclusivamente os crimes cometidos contra a mulher. A Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres fica na Rua Coronel Monteiro, 335, 2ª andar, no centro.


LEI - O Dia Estadual de Combate ao Feminicídio foi instituído pela lei 19.873/2019. A ação é uma lembrança ao dia da morte da advogada guarapuavana, Tatiane Spitzner, assassinada pelo marido e que repercutiu no Brasil e no mundo em 2018, provocando intensos debates sobre feminicídio e a luta pela vida das mulheres.

1/1

1/10

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/1

1/2