495450580893305
 
  • Portal Linkada News

Flagrante: Medidas devem ser tomadas após aglomeração nos 'pinus'

Nas últimas semanas, populares que moram perto do Parque Castelo Branco têm notado certa aglomeração de pessoas que vão até o antigo estacionamento do local – conhecido como “pinus” - que fica entre os municípios de Colombo e Pinhais, para apreciar um momento com a natureza durante este período de pandemia, em que muitos espaços estão fechados devido ao decreto estadual.


A denúncia de aglomeração chegou até a equipe de reportagem do Linkada News, que entrou em contato com as autoridades locais para entender quais as medidas estão sendo tomadas com relação a esse tumulto que, apesar de ser um momento de lazer para muitos, acaba se tornando foco para que o novo coronavírus se espalhe na região.


Foto: Colaboração/Whatsapp Linkada News

Em resposta à reportagem do Linkada News, o vereador Marquinho Berlesi (PSDB), por meio de nota, lamentou que mesmo com tantas restrições impostas pelas autoridades, campanhas de conscientização e notícias sobre a Covid-19, existem pessoas que ainda não perceberam a dimensão do problema que essa doença tem causado mundialmente.


Ele ainda afirmou que diante da atual situação, da preocupação com a proliferação do vírus e por ter sido procurado por inúmeras pessoas que moram na região, já entrou em contato com as autoridades competentes para que sejam adotadas as medidas necessárias que impeçam aglomerações dentro do antigo estacionamento. “Nossa intenção é que esse local sirva para nossa população como um espaço de lazer, mas este não é o momento certo para aglomerações, como tem sido nos últimos tempos. E diante desta situação não podemos nos calar", disse.


O vereador informou também que, por tempo indeterminado, a Prefeitura de Colombo vai instalar barreiras para impedir a entrada de veículos no local, como uma forma de controlar as aglomerações.


O Linkada News entrou em contato com a assessoria do 22º Batalhão de Polícia Militar para saber quais são as orientações e medidas que o órgão está tomando em situações como esta, mas até o momento não tivemos resposta.

 
Publicidade Linkada

1/1

1/10

1/4

1/1

1/1

1/1