495450580893305
 
  • Portal Linkada News

Colombo: asfalto "novo" da Pres. Faria apresenta graves defeitos

Com informações de Redação Plantão 190

Foto: Site/Plantão 190

A Avenida Presidente Faria, localizada em Colombo, passou por obras de revitalização nos últimos meses. A conclusão da nova pavimentação na via foi entregue há pouco tempo e apesar de ter como foco a melhoria na passagem tanto de carros quanto de pedestres, a avenida já está causando o descontentamento dos moradores.


O motivo da preocupação: o asfalto, que apesar de ser novo, já afundou e desnivelou. Por causa do problema, um acidente envolvendo um carro já foi registrado no local. Outra dificuldade se dá devido à falta de calçada para pedestre, os quais tem que se arriscar na via disputando espaço com carros e o alto fluxo de caminhões. Segundo um morador, a vertente de água que existe na região também complica ainda mais a situação da via.


A Prefeitura de Colombo tomou conhecimento sobre a situação e emitiu uma nota oficial. Leia o esclarecimento do executivo municipal na íntegra:


O planejamento da restauração da Rua Presidente Farias foi previsto inicialmente entre a rua Vicente Schene (logo após o local do deslizamento e região onde o pavimento rachou) até a fábrica da Eternit, a qual atendeu todos os parâmetros técnicos referente ao estudo demandando.


Nesta região específica do deslizamento, foi elaborado um projeto de contenção, que demonstrou a necessidade de uma grande obra, com valor aproximado de R$ 5 milhões, sendo neste momento econômico, difícil de realizar.


Desta forma, foi optado por adiar a implantação deste projeto macro, até viabilizar os recursos necessários. Mesmo assim, inicialmente fora feito uma manutenção no sistema de drenagem, regularizado a base e aplicado uma camada de asfalto, com o intuito de atender os moradores e não deixar simplesmente da forma que estava.


Estes trabalhos foram desenvolvidos com equipe própria da Prefeitura com o custo mínimo, porém ciente da movimentação que poderia continuar a ocorrer. Diante destes fatos descritos, os profissionais irão continuar a monitorar a situação e fazer os reparos que se fizerem necessários até a implantação da solução definitiva.


Lembrando ainda que em reunião com os moradores deste local, foi debatido tal fato, onde todos ficaram cientes do reparo paliativo naquela região, pois neste momento é o que pode ser feito, já que não estava nem previsto no estudo, a recuperação do restante da via.

1/1