495450580893305 Crise leva prefeita de Colombo a reduzir salário e cancelar a 54ª Festa da Uva

Crise leva prefeita de Colombo a reduzir salário e cancelar a 54ª Festa da Uva



A crise econômica, acompanhada da baixa arrecadação municipal registrada no último ano, levou a prefeita de Colombo, Beti Pavin (PSDB), a tomar medidas de austeridade financeira frente à administração da cidade.

Beti anunciou a redução do próprio salário em 21,26%, de seu vice-prefeito, de todo o seu secretariado e também o cancelamento da 54ª edição da Festa da Uva, prevista para acontecer de 9 a 12 de fevereiro deste ano.

De acordo com a administração municipal, Colombo perdeu em 2017 mais de R$ 20 milhões de sua arrecadação, prejudicando o equilíbrio das metas fiscais. No início de 2016, o município informou que reduziu as despesas da administração pública municipal para garantir o pagamento dos vencimentos e 13° salário, e demais proventos, aos servidores públicos rigorosamente em dia. “Porém, novas medidas se fazem necessário e nesse sentido eu e minha equipe de trabalho estamos dando nossa contribuição” afirmou Beti Pavin.

Com tal medida, o município pretende continuar investindo em Infraestrutura, Saúde, Educação, Saneamento e Pavimentação, demonstrando assim economia aos cofres do município. “Frente ao desaquecimento da economia no Brasil, devemos adotar medidas preventivas, com responsabilidade e discernimento, não comprometendo os serviços básicos aos colombenses, e continuarmos com nossas obras, para assim permanecermos gerando emprego e renda, combatendo a crise econômica com trabalho, sabedoria e esforço conjunto de todos nós”, afirmou a prefeita Beti Pavin.

(Foto: Divulgação)


1/1

1/4

1/7

1/1

1/6

1/5