495450580893305
top of page
  • Foto do escritorLinkada News

Saiba como ficou as trocas de partidos dos vereadores de Quatro Barras

Seis vereadores de Quatro Barras aproveitaram a janela partidária, sem a possibilidade de perda do mandato por infidelidade, finalizada no fim do mês de março, para mudar de partido pensando nas eleições municipais que estão previstas para outubro de 2020.


A "dança das cadeiras" dos parlamentares quatro-barrenses dá norte para algumas previsões do cenário que se apronta para o pleito, tanto para a casa de leis municipal, quanto à corrida para comandar a prefeitura a partir de 2021.


O Partido Social Democrático (PSD), presidido pelo ex-prefeito Loreno Tolardo teve três adesões e se torna o partido com a maioria na câmara de vereadores, somando quatro cadeiras no total. O Movimento Democrático Brasileiro (MDB), sigla do atual prefeito Angelo Andreatta, sofreu uma baixa com relação à configuração inicial estabelecida nas eleições de 2016. Outros três partidos somam na composição das nove cadeiras legislativas, são eles: Solidariedade (SD); O Podemos (POD) e o Democratas (DEM).


Foto: Luis Henrique

Confira como ficou a filiação dos 09 vereadores.


Mudaram para o Partido Social Democrático (PSD):

Gilson Rodrigues Cordeiro (Gilsinho) - (ex-PSC)

Mauro dos Santos (Maurinho) - (ex-PSC)

Vânia de Lara Araujo - (ex-PSL)


Mudou para o Democratas (DEM):

Antonio Cezar Creplive (Toto) - (ex-PSDB)


Mudou para o Solidariedade (SD):

Paulo César de Lima Júnior (Juninho do Posto) - (ex-PSL)


Mudou para o Podemos (POD):

Wagner Pertel dos Santos (Waguinho) - (ex-PMDB)


Permanecem no Movimento Democrático Brasileiro (MDB):

Sandro Eleno Andreatta (Leno)

André Luiz Barcia da Silva (Dr. André)


Permanece no Partido Social Democrático (PSD):

Vandir Rodrigues (Careca)


Comentarios


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page